A anorexia nervosa, mais conhecida apenas como anorexia, é um distúrbio alimentar que foi considerado por muito tempo como um problema que tem incidência apenas no público feminino. Por mais que cerca de 90 a 95% dos pacientes com o transtorno sejam do público feminino, esse é um problema que vem se tornando cada vez mais comum entre os homens também.

O distúrbio apresenta uma alta taxa de mortalidade (20%), superando, por exemplo, as mortes causadas por câncer de mama. No Brasil, estima-se que a anorexia e bulimia afetam cerca de 100.000 adolescentes. Vamos agora conhecer um pouco mais sobre a anorexia nervosa, entendendo do que se trata, quais os sintomas, causas, fatores de risco e tratamentos.

O que é a anorexia

A anorexia é um distúrbio alimentar que gera uma perda de peso fora da normalidade e do que é considerado saudável, levando em conta a altura e idade do indivíduo. Geralmente, as pessoas com esse transtorno sentem um medo fora do comum de engordar, mesmo estando abaixo do peso normal.

O indivíduo enxerga o seu corpo de forma distorcida (acima do peso em níveis acima da realidade), o que o leva a ter atitudes de risco como a realização de dietas extremas, abuso de exercícios físicos, indução de vômito após comerem e até mesmo o uso de laxantes. O distúrbio pode afetar pessoas de qualquer idade ou gênero, mas a incidência em mulheres é bem mais comum.

A perda de peso causada pelo transtorno é extremamente perigosa e causa baixa da imunidade, enfraquecimento dos músculos e dos ossos, pausa na menstruação, arritmia cardíaca e convulsões. Em 20% dos casos, o distúrbio chega a levar o indivíduo à morte. A anorexia tem origem psicológica e fisiológica, e atrapalha a ação dos hormônios ligados ao apetite, deixando a pessoa constantemente sem fome.

anorexia

Sinais e sintomas da anorexia

Os sinais e sintomas apresentados por quem tem anorexia são emocionais e físicos. Confira os principais:

⦁ Sentir medo fora do normal de engordar mesmo estando abaixo do peso normal
⦁ Recusar-se a manter o seu peso normal para sua idade e altura (pessoas com anorexia ficam no mínimo 15% abaixo do peso ideal)
⦁ Forte restrição na alimentação
⦁ Falta de apetite
⦁ Ter uma imagem distorcida do próprio corpo
⦁ Não menstruar por três ou mais ciclos
⦁ Prática excessiva de exercícios físicos
⦁ Fadiga
⦁ Insônia
⦁ Tonturas ou desmaios
⦁ Cabelo desnutrido ou quebradiço
⦁ Pele seca ou amarelada
⦁ Desidratação
⦁ Osteoporose

Causas da anorexia

A anorexia é causada por uma união de fatores. Suscetibilidade genética, educação, influências da mídia, cobranças excessivas de familiares, parceiros ou amigos, transtornos mentais coexistentes, uso de drogas e histórico de distorção do corpo são alguns deles.

Alguns pesquisadores também afirmam que o mau funcionamento neurobiológico também pode influenciar no surgimento do distúrbio. Uma deficiência na atividade da serotonina no cérebro, traços de personalidade e acontecimentos traumáticos podem ser fatores de origem da aparição de transtornos alimentares.

Entre outras causas, podemos citar:

⦁ Histórico de repetição de dietas.
⦁ Doenças psiquiátricas, como ansiedade, depressão, transtorno bipolar, transtorno de personalidade e transtorno obsessivo-compulsivo.
⦁ Ter histórico familiar de anorexia ou algum outro transtorno alimentar.
⦁ Histórico de abuso sexual, físico ou estresse pós-traumático. Tais situações causam a anorexia por baixarem a autoestima da vítima, retirada social, depressão, vergonha, insegurança, entre outros transtornos.
⦁ Histórico de abuso de substâncias, como maconha, álcool, medicamentos, etc.

anorexia 01

Fatores de risco da anorexia

Além das diversas causas psicológicas que podem levar à anorexia, existem alguns fatores de risco que podem desenvolver o distúrbio. Confira:

Mulheres têm mais chances: apesar da incidência de anorexia em homens de todas as idades ter aumentado, as mulheres continuam no topo da lista das maiores vítimas de forma disparada.

Adolescência: por conta da pressão social comum nessa fase da vida e de todas as mudanças que ocorrem no corpo e na mente, é bastante comum que a anorexia ataque pessoas nessa faixa etária. No entanto, é importante lembrar que o transtorno afeta indivíduos de todas as idades, sendo raro apenas em pessoas acima dos 40 anos.

Pessoas ligadas ao esporte e mundo artístico: atores, atrizes, atletas e modelos são bastante propensos a desenvolverem a anorexia por trabalharem com a própria imagem e serem cobrados constantemente por isso.

Influência da mídia: os grandes veículos de mídia e publicidade têm uma grande parcela de responsabilidade pela aparição da anorexia. Revistas de moda, propagandas de TV e os estereótipos de beleza geram nas pessoas a ideia de que só serão aceitas e populares se seguirem padrões definidos.

anorexia 02

Tratamentos contra a anorexia

A missão principal no tratamento de uma pessoa com anorexia é fazer que ela reconheça que tem uma doença e precisa de ajuda. A grande maioria das vítimas nega que tenha um distúrbio alimentar e só começam a se tratar após o problema atingir um nível grave.

Geralmente, uma pessoa com anorexia precisa de mais de um tipo de tratamento. O objetivo principal do processo é recuperar o peso corporal e a normalidade nos hábitos alimentares.

Conheça os principais tipos de tratamentos da anorexia:

Terapia comportamental cognitiva

A anorexia é uma tentativa falha de lidar com problemas emocionais. O indivíduo que tem o transtorno costuma equiparar a magreza com autoestima e felicidade. E a terapia cognitiva comportamental identifica esses padrões de pensamentos ligados à baixa autoestima para remodelá-los e encorajar a vítima a comer de maneira mais saudável. Esse tipo de tratamento costuma funcionar bem para jovens que não têm o distúrbio há tanto tempo.

Terapia familiar

A anorexia é um problema que afeta e desestrutura toda a família. Além da vítima, os pais também precisam de ajuda nesse momento. E a terapia familiar consiste na compreensão dos problemas de acordo com a interação de seus membros. Cada integrante descobre o que tem que fazer na relação para ajudar na recuperação do paciente e na reconstrução da estrutura familiar.

Terapia de grupo

A terapia de grupo é uma escolha de muitos pacientes que se encontram num processo de recuperação da anorexia. Esse tipo de terapia tem o objetivo de acolher o indivíduo, fazendo ele se sentir compreendido. Nas reuniões, os participantes compartilham suas experiências entre si e encontram força e motivação nos relatos de quem já superou ou está superando o distúrbio.

Tratamento nutricional

O tratamento nutricional tem o objetivo de fazer com que o paciente retome seus hábitos alimentares de forma saudável, mantendo o organismo longe de doenças. O nutricionista realiza um plano alimentar adequado de acordo com os gostos da vítima, além de poder, também, indicar a ingestão de suplementos com vitaminas e minerais necessários para manter a saúde do corpo.

Medicamentos

Alguns médicos optam por prescrever medicamentos que ajudam a controlar sintomas de ansiedade e estresse, fatores psicológicos que influenciam diretamente na incidência da anorexia.

Não deixe para depois

A Clínica Viva Melhor conta com unidades em Recife (masculina e feminina) e Brasília, e oferece planos de tratamento para a anorexia, com a prescrição de medicamentos e a realização de terapia cognitivo-comportamental. Outro diferencial do nosso tratamento para anorexia é a fitoterapia, técnica que envolve o uso de medicamentos de origem natural para alívio de alguns sintomas como ansiedade e estresse.

Nós aceitamos os mais diversos planos de saúde com o intuito de atender às necessidades de cada pessoa. Se você sofre com anorexia ou conhece alguém que sofre, não deixe para depois, busque ajuda. O transtorno possui uma alta taxa de mortalidade e quanto mais cedo tratado, mais simples será a recuperação.

Clique aqui e agende uma consulta de avaliação conosco.