Muitas vezes nos pegamos presos em uma extrema tristeza. Nesse contexto, a morte de um ente querido, o término de um relacionamento ou mesmo um desapontamento podem nos deixar mal por dias. No entanto, nem sempre essa fase negra se configura como uma doença. Assim, aprenda a identificar a depressão.

Ainda com relação a esses tipo de período da vida, é comum que não só nos confundamos a respeito de nós mesmos como a respeito do outro. Assim sendo, é possível que ignoremos sinais legítimos de depressão. No entanto, também é possível que consideremos doença algo que na verdade não é.

Por essa razão, separamos 5 maneiras de identificar quando uma pessoa provavelmente está com depressão ou não. Caso você ou um ente querido apresentem um ou mais desses sintomas, é interessante procurar ajuda profissional.

Assim sendo, confira a seguir 5 formas de identificar a depressão.

Conheça 5 formas de identificar a depressão

Apresentar um ou mais sintomas é motivo para suspeitar e procurar ajuda

Tristeza profunda, injustificada e insistente

Quando passamos por alguma situação que nos leva ao nosso limite ou que nos causa dor, existe um certo tempo em que esse mal estar perdura. Nesse contexto, até mesmo pessoas que passam por uma perda muito forte conseguem reunir forças para trabalhar é voltar à rotina.

No entanto, uma tristeza profunda e injustificada que dura um tempo maior do que 2 semanas é motivo para investigar. É claro, pode ser que a pessoa esteja passando por um conflito interno é desconhecido para os demais. Contudo, também pode ser um sintoma de depressão.

Diminuição da atenção

No geral a depressão é associada apenas à tristeza que discutimos mais acima. No entanto, quanto mais sintomas acompanham a dor injustificada mais evidente é o diagnóstico. Nesse contexto, a diminuição da atenção para performar atividades do cotidiano também pode indicar a depressão em um indivíduo.

Insônia

A perda de sono também é um fator que acompanha pessoas diagnosticadas com depressão. Assim sendo, caso você observe um caso de tristeza profunda com insônia ou sono muito fracionado, pode ser que se trate de depressão.

Perda do interesse por atividades outrora satisfatórias

Este é um fator importantíssimo para indicar a depressão. Quando um indivíduo perde totalmente o prazer de fazer coisas que gosta muito, fique atento. Assim, caso o comportamento estranho ultrapasse algumas semanas, é interessante consultar um médico.

Pensamentos suicidas

Por fim,  somado aos sintomas que mencionamos mais acima, o pensamento suicida é um dos fatores mais precisos para indicar a depressão. Assim sendo, se você observar qualquer sinal de que uma pessoa (ou você mesmo) apresenta esse tipo de pensamento, aja rápido.

Entre em contato com profissionais que podem auxiliar a pessoa com tratamentos eficazes e precisos.

Nesse contexto, a Clínica Viva melhor apresenta um tratamento para pacientes depressivos. Contamos com uma equipe multidisciplinar que oferece toda a atenção e cuidado de que nossos pacientes necessitam. Entre em contato conosco por meio de nosso site clicando aqui.