Nem todas as pessoas sabem do que se trata um transtorno alimentar. No geral, classificam todos debaixo de um termo guarda-chuva é não respeitam as particularidades de cada um. Assim sendo, faz-se mais do que apropriada uma discussão sobre as diferenças entre anorexia e bulimia.

Em linhas bastante gerais, a diferença principal entre os dois transtornos está nos sintomas. Trata-se de mais do que dizer que em um transtorno a pessoa força o vômito e no outro não. Nesse contexto, qual seria a diferença no tratamento?

Assim sendo, é importante não reduzir a classificação de um problema a apenas um fato conhecido sobre um deles. Dessa forma, o conhecimento a respeito do tema se torna muito raso. Por essa razão, continue lendo o artigo é descubra as diferenças quando se trata de bulimia ou anorexia!

3 diferenças entre anorexia e bulimia

Os sintomas e as consequências não são parecidos!

Caso você esteja suspeitando de que algum familiar ou amigo tem um transtorno alimentar, fique de olho nos sintomas abaixo. Nesse contexto, as consequências (ou riscos) para o indivíduo também são diferentes. Saber disso pode ajudar você a buscar tratamentos adequados para quem você ama no futuro.

Diferença de peso

Para começar, vamos desmistificar um dos piores enganos com relação ao que as pessoas sabem sobre transtornos alimentares. Acontece que muita gente pensa que não importando o transtorno, a pessoa doente deve ser bem magra. No entanto, isso não poderia estar mais longe da verdade.

Uma das principais diferenças entre anorexia e bulimia está justamente no peso do indivíduo. Assim, enquanto a pessoa anoréxica perde peso de maneira consideravelmente rápida, a pessoa bulímica não necessariamente emagrece.

Nesse contexto, enquanto parece um pouco mais fácil identificar quando alguém está sofrendo de anorexia, o mesmo não se aplica no caso da bulimia. No entanto, a próxima diferença ajudará você a reconhecer um comportamento bulímico.

Diferença na alimentação

A alimentação do indivíduo é uma das maiores diferenças entre anorexia e bulimia. Isso porque no caso da pessoa bulímica, são frequentes os episódios de compulsão alimentar. No entanto, depois de cada ocorrência, a pessoa é tomada por um sentimento muito grande de culpa.

Assim, por essa razão, recorre a estratégias para eliminar o alimento ingerido do corpo. Nesse contexto, forçar o vômito é tomar laxantes são as alternativas mais empregadas.

Contudo, no caso da pessoa anoréxica, a alimentação não é compulsiva. Muito pelo contrário. Nesse contexto, o indivíduo come pouquíssimo. Assim sendo, é mais fácil manter o peso bem baixo.

No caso do bulímico, o tempo em que a comida ingerida fica no corpo muitas vezes já é suficiente para que o corpo absorva parte dos seus nutrientes. Assim, nem sempre ocorre perda de peso como mencionamos mais acima.

Diferença quanto aos riscos

Para finalizar a discussão, é importante ter em mente que os riscos de não tratar os transtornos alimentares não são os mesmos. Nesse contexto, é indispensável avisar que a anorexia pode ser fatal, devido à desnutrição.

No entanto, no caso da bulimia, embora não haja risco de morrer a pessoa pode desenvolver problemas gástricos seríssimos.

Nesse contexto, para ajudar um ente querido a superar esse problema, entre em contato com a Clínica Terapêutica Viva Mais! Nós podemos ajudá-lo. Temos uma equipe completa para atendê-lo em todas as suas necessidades e podemos trabalhar juntos para conquistar a reabilitação.

Ademais, sabemos lidar com as diferenças entre anorexia e bulimia, de modo que trabalhamos tratando o paciente de acordo com suas particularidades. Saiba como desenvolvemos nosso trabalho clicando aqui!