Você já parou para pensar que muitas pessoas viciadas em nicotina provavelmente já procuraram saber como parar de fumar? Por mais que sejam dependentes do cigarro, a maioria das pessoas não gosta de fumar, se sente mal por ter o vício e até deseja nunca ter experimentado a substância.

A verdade é que fumar não é mais aceitável pela sociedade em geral. É só pensar na quantidade de lugares e espaços que não toleram mais o cigarro, e que não permitem que os fumantes façam uso da substância enquanto estiverem lá.

Além disso, o cigarro já não é mais um símbolo de luxo e riqueza como costumava ser nas décadas passadas. Nos filmes mais antigos, é possível perceber que os atores apareciam fumando constantemente, principalmente quando se tratavam de cenas importantes, ou visualmente bonitas para o telespectador.

Como parar de fumar é uma pergunta recorrente para as pessoas que fumam, nós decidimos escrever esse artigo dando seis dicas que ajudam a eliminar a dependência de uma vez por todas.

Se você tem interesse no assunto, continue lendo e descubra como é possível parar de fumar.

Dica 1: Tenha determinação

Essa talvez seja uma das dicas mais difíceis para dar a alguém que está tentando superar qualquer tipo de dependência. O que significa possuir determinação? Será que é ter força de vontade suficiente para começar, ou estímulo e firmeza para continuar na luta a cada dia que passa?

Qualquer que seja a resposta, uma coisa é certa: essa jornada não é nada fácil. Ter determinação exige que o indivíduo continue pensando uma mesma coisa durante o caminho todo – cura, cura, cura. Essa é a palavra que vai guiá-lo até a recuperação.

Pessoa recusando cigarro

Fonte: Myriams-Fotos / Pixabay

Dica 2: Marque um dia para parar

Quando alguém se pergunta como parar de fumar, uma das primeiras coisas que vêm na cabeça é: em qual momento eu irei fumar meu último cigarro?

A verdade é que o indivíduo precisa escolher um dia para parar de fumar e realmente cumprir o acordo, ou seja, não pode desistir e acabar deixando para depois. Caso isso aconteça, é muito provável que esse último dia para fumar nunca chegue.

Por isso, é fundamental que a pessoa que quer parar de fumar diga: “tal dia será o meu último cigarro. A partir disso, não irei mais fumar, por mais que fique complicado e difícil de controlar.”

O apoio dos familiares e amigos nessa hora é essencial. Demonstre para a pessoa que você está do lado dela para o que der e vier, e a recuperação será mais fácil para ela!

Dica 3: Corte gatilhos

Todos os tipos de dependências, vícios e transtornos possuem uma coisa em comum: existem gatilhos que fazem com que esses problemas apareçam e reapareçam depois de um tempo longe. O indivíduo precisa prestar atenção ao atos que acabam atraindo o consumo do cigarro e que atrapalham a recuperação.

Um desses atos é ingerir bebida alcoólica, por três motivos: em festas, é comum misturar as duas substâncias; o álcool acelera o metabolismo da nicotina, aumentando a vontade de fumar outro cigarro o quanto antes; e a bebida tira o autocontrole do fumante, atrapalhando sua decisão de não fumar.

No entanto, existem outros gatilhos, como o famoso cafezinho ou até mesmo uma companhia na qual você costumava compartilhar aquele tempo fumando um cigarro. Uma ótima dica para a pergunta “como parar de fumar” é escovar os dentes logo depois de se alimentar, além de passar o dia comendo pequenos cubos de frutas.

cigarros

Fonte: Basil MK / Pexels

Dica 4: Escolha um método

Existem várias formas de parar de fumar. Algumas pessoas preferem deixar de vez, enquanto outras decidem parar aos poucos, lentamente, ficando alguns dias sem a nicotina para saber como reagem. Antigamente, os médicos recomendavam que o fumante largasse o cigarro abruptamente, ou seja, de uma vez só.

No entanto, cada um é cada um. Há pessoas que se sentem mais confortáveis se pararem de fumar gradualmente, e existem duas maneiras de conseguir isso:

1. Diminuir gradativamente a quantidade de cigarros fumados por dia: se fumava 20 cigarros, tente reduzir para 10.
2. Adiar a hora de fumar o primeiro cigarro após acordar: se você costuma fumar o primeiro cigarro 20 minutos depois de acordar, tente esperar 40 minutos. E no próximo dia, tente 1 hora. E no próximo, 1 hora e 30 minutos…

Dica 5: Se alimente melhor

Como dissemos mais acima, o café e o álcool são gatilhos que intensificam a vontade de fumar. Por isso, evitá-los e ter mais cuidado com esses hábitos alimentares ajuda a largar o cigarro. Beba mais de dois litros de água por dia, consuma frutas picadas, picolés de baixa caloria, água de coco, cenoura crua, entre outras frutas, verduras e legumes.

Dica 6: Apoio de amigos e familiares

Receber o apoio dos amigos, da família e das pessoas mais próximas é fundamental para a recuperação de qualquer transtorno ou dependência. Se você conhece alguém que se questiona como parar de fumar há anos e não consegue, pense que talvez seja porque ele se sente sozinho e incapaz de seguir em frente.

Por isso, demonstrar esse apoio e suporte vai ajudá-lo muito a não desistir de melhorar a vida. Seja empático e manifeste o seu amor e companheirismo nesses momentos difíceis da vida de quem está tentando se superar!

não fume

Fonte: Pixabay

Dica bônus: Procure apoio médico

Todas as dicas acima são bastante efetivas na hora de ajudar alguém que pensa em como parar de fumar. Porém, é essencial procurar um apoio médico, uma clínica de recuperação que saiba lidar com as dificuldades de um tratamento.

A Clínica Terapêutica Viva Melhor possui tratamentos para tabagismo, alcoolismo, dependência química, e outros tipos de transtornos psíquicos físicos.

Nós já ajudamos a salvar centenas de vidas nos mais de 10 anos de existência. Possuímos uma equipe especializada e multidisciplinar preparada para atender a todos que precisam de auxílio para sair dessa situação complicada!

Se você quer saber mais sobre como parar de fumar ou conhece alguém que passa pelos problemas discutidos no artigo, entre em contato conosco através dos números:

(61) 3244-1810 | Brasília/DF
(81) 3032-4567 | Recife/PE
(62) 99180-1328 | Anápolis/GO

Ou, se preferir, agende uma avaliação!